2.10.2015

É então isto para crianças?

durante dois dias a Gulbenkian juntou gente que se questiona sobre o que se cria tem um público à partida definido ou se numa fase final e última o que é criado encontra a quem se destina.

um colóquio que viveu de reflexões entre escritores, ilustradores, músicos, cineastas sob uma palavra-chave: Partilha.

a presença do escritor italiano Davide Cali e do ilustrador Serge Bloch foi talvez dos momentos mais marcantes do encontro, porque e apesar de já terem trabalhado juntos, nunca se tinham encontrado pessoalmente.




(versão completa disponível no itunes)

se a língua da criatividade é a língua mãe, foi o francês a língua escolhida por estes dois homens para a sua partilha e confesso ter tido a necessidade do tradutor porque faço parte de uma geração em que francês deu lugar ao inglês como língua obrigatória.

segundo Davide Cali as crianças são um público mais aberto, mas também mais exigente e a sua escrita acaba por ser transversal à idade, Bloch partilha desta ideia dizendo que o difere entre estes dois universos é o tamanho.

nesta conversa, confesso algum descontentamento pois esperava ter ouvido mais os oradores..., nomeadamente Francisco Vaz da Silva.

do que foi pedido a cada um como "objeto" de partilha fica a escolha de Cali, 1979, dos Smashing pumpkins

e algumas curiosidades do recente livro "Não fiz os trabalhos de casa porque..." de Davide Cali e Benjamin Chaud, editado pela Orfeu Negro sob a chancela Orfeu Mini e que será alvo do próximo post.

Inês Fonseca Santos foi a Comissária do Colóquio. Parabéns!

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...