7.26.2014

assim-assim

confesso que sou um bocado de extremos. gosto ou não gosto e o assim-assim sempre me soou a mediano, excepto no que respeita ao tempo.

não gosto de frio que prende os ossos, nem do calor que sufoca. os dois têm a capacidade de me toldar o corpo e desespero. o tempo morno ou assim-assim sabe-me bem.

gosto da praia do final do dia, quando as gaivotas regressam a terra e, desde que o Manuel nasceu que faço no máximo duas horas de praia e a desoras. sim é verdade, pouco ou nada mudo de cor, mas em boa verdade nunca gostei de ver a marca do biquíni cravada na pele.

enquanto não posso ir de férias vou sonhando com a água fria nos pés e com a minha nova toalha

talvez não tivesse importância nenhuma a não ser o facto de as minhas últimas toalhas terem sido sempre anexadas e perdidas.

gosto muito da PIP e não tenho sido justa com a Dália, da Papelaria Inédita, que sempre que eu sonho com uma coisa ela faz tudo para realizar esse desejo.

espero ainda a chegada do meu péu...

pena que os chapéus da Alexandra tenham chegado mais tarde...

enquanto sonho com a brisa que faz parte de mim, vou trabalhando e desenhando agosto.

e a sonhar com estrelas




4 comentários:

  1. Um beijo grande miúda. Tenho de aparecer

    ResponderEliminar
  2. Oh Rute, não tem sido justa porquê???

    Vá é de férias que bem as merece e se a Toalha fosse voadora já ia a caminho..ehehe

    Beijinhos grandes e muito obrigada pelas palavras
    Dália

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dália minha querida os meus últimos tempos davam um filme melodramático, mas são mimos e pessoas assim que nós fazem olhar em frente com um sorriso

      Eliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...