6.03.2014

porque também se vive de pão

Quando vim viver para o Alentejo trazia na boca o sabor de um outro pão alentejano, mais a sul, mais azedo, mais Pão.

Confesso que o pão que encontrei aqui não me encheu as medidas.

Além do pão que vou fazendo sempre que o tempo assim o permite, juntam-se algumas bolachas para acompanhar alguns queijos ou petiscos. (pão com passas, bolachas de parmesão, focaccia, pães de leite, pão com sementes e frutos secos, outros pães)

 há pouco tempo descobri estas tostas de pão alentejano e rendi-me.

são do Forno do Monte e têm sido a minha companhia em algumas insónias. 

há algum tempo que andava para experimentar as ovas de ouriço do mar e a combinação foi perfeita. 

com um forte sabor a mar, de cor alaranjada, rica em proteínas e carregadas de saudades de ti. 

estas ovas são da empresa Porto-Muiños e foram compradas no DeliDelux 

ainda de mar, experimentei no Peixe em Lisboa, uma alga que pode ser usada como substituto do sal. tem a consistência dos talos das "azedas", mas esqueci-me do nome... 

se desse lado houver quem me ajude agradeço. 

fiquei muito curiosa com estes outros produtos

2 comentários:

  1. Só me ocorre a salicórnia, mas não é uma alga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joana, já é uma dica. Assim que puder vou investigar

      Eliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...