6.12.2014

LYA | LIA

uma semana intensa trouxe dezenas de coisas boas que dariam vários posts e apesar de sentir que vou ter de voltar atrás no tempo para falar de algumas delas, decidi começar pela visita do carteiro que trouxe das mãos da Margarida Botelho o seu último livro.

são vários os livros da Margarida, mas a cada livro que sai da coleção Poka Pokani sente-se o crescimento desta MENINA.

Lya é uma menina que mergulha todos os dias no Oceano Pacífico, num país chamado Timor-Leste, e Lia é outra menina com a mesma idade, mas que vive na Europa, em Portugal. Ambas iniciam, em lados opostos do livro, uma viagem para o encontro!

olho para este livro e cada vez mais identifico a Margarida com a personagem do mundo distante apesar de estar representada fisicamente no outro.

é este espírito inquieto que a leva a materializar tão bem estes mundos.

em julho e agosto de 2013, Margarida Botelho e Mário Rainha Campos viajaram até Atecru, uma pequena e ainda isolada aldeia piscatória situada na costa norte da ilha de Ataúro em Timor-Leste. os habitantes pescam através do mergulho em apneia e onde ainda não existe estrada nem televisão.
Margarida e Mário acompanharam o dia-a-dia de crianças mergulhadoras e de suas famílias, dentro e fora do mar, num encontro que permitiu a ambas as partes olharem de perto uma cultura distante.

como acontece em Eva e Yara, LYA|LIA são duas meninas que começam a sua jornada em lados opostos do livro caminhando para um encontro.

No país onde o sol se põe está LYA.



No país onde o sol nasce esta LIA.


e mais uma vez enriquece-nos com novas palavras.

o tucanaré (peixe) de YARA é agora substituído por o ikan.

diferentes cultura separam as duas LY(I)AS. 


tão diferentes

que desejamos ser a LYA distante. 



 

"...ainda com a água salgada na pele e os olhos cheios de cores..."  mais aqui


Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...