2.15.2014

Malý princ

há poucos meses falava no modo como nos são servidos determinados pratos. não estava a falar em nenhuma iguaria gastronómica, mas sim de livros e especificamente neste livro.

em boa verdade, os livros e a comida têm para mim sabores muito especiais e dificilmente passaria sem os dois.

depois há presentes que me deixam com o coração para lá do céu e com a inquietação de querer saber mais.

Malý princ é o nome em eslovaco para a obra O Principezinho, de Antoine Saint-Exupéry.

editado em 1995 pela editora Mladé Letá após a "separação de veludo" da Checoslováquia, e com sede em Bratislava.

não tinha como ambição saber muito mais, mas confesso que fiquei intrigada que em 95 páginas apenas três tenham notas de tradução, sem sequer serem seguidas.

persiste a dúvida se essas notas foram retiradas de uma qualquer tradução para português ou se um apaixonado pela língua o quis fazer. e o porquê daquelas três páginas.



no entanto olho para cada página e sou embalada pelos seus caracteres, numa espécie de música.

fica o azul da capa.
extenso, lembrando o Danúbio.

e Strauss




espero não desenvolver com este livro uma obsessão que tenho com Cartas A Um Jovem Poeta de Rainer Maria Rilke, do qual tenho inúmeras edições.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...