7.29.2013

ver em cada traço


O Centro Cultural de Cascais apresenta até 8 de Setembro um conjunto de 178 gravuras de um dos mais extraordinários artistas de sempre, Francisco Goya, dividida em três séries - Provérbios, Desastres de Guerra e Caprichos. A passagem de Setecentos para Oitocentos permitiu a Goya incluir temas como a Guerra de Independência contra os ocupantes napoleónicos, estes integrados na série Desastres de Guerra. Goya foi mais que um repórter, a dimensão psicológica que as personagens transmitem são na sua maioria esmagadoras para o espectador. Uma obra com uma experiência marcada pela dor.
É uma exposição imperdivel a ver com calma, porque a explicação de cada obra assim o exige. Nós fomos e, conseguimos ver todas as gravuras com a calma relativa que caracterizam os 9 anos. Sei que terei de voltar.
Sei que os tempos são difíceis, mas enquanto chamava a atenção do M. para determinada gravura assaltava-me a ideia de ir rapidamente comprar o catálogo, para em casa desfrutar das palavras e das imagens. Não aconteceu. O catálogo é curto e sabe a pouco. Se tivesse a exposição inteira talvez a carteira lhe soubesse a muito.

Duas notas,

para quem gosta de fotografia a preto e branco, a exposição Made in Hollywood entre a década de 20 e 50 do século XX, também no CCC.

o desaparecimento de Walter De Maria, um dos mais conhecidos artistas da land art. E como diz uma amiga "
Haverá arte depois dele?"

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...