2.24.2013

há dias cinzentos

há dias em que a vida nos faz parar, nem que seja para pensar. corro. corro demasiado. há semanas que faço 1200 km para voltar a casa, para  estar com a pessoa que mais amo. em boa verdade só estou fisicamente porque o cansaço toma-me o espírito, estou preocupada com o dia seguinte, estou preocupada até com o cansaço que o corpo teima em mostrar. a tua voz ecoa dentro de mim confundindo-se com as vozes de tantos outros meninos que estive ao longo do dia. Não quero isto assim. e sem querer volto à vontade de me ir embora. de não ter de fazer 400 km para te ver.

falta-me tempo. até tempo para vir ao blog e escrever em tom de desabafo. escrevi tantas vezes sobre estes livros, mas sempre na perspectiva do olhar de Maria Keil. Maria Isabel César Anjo morreu. Uma linguagem simples, poética, doce, mostrou  que "O inverno é o tempo já velho". assim foi despediu-se de nós a escritora que foi pioneira em aliar a escrita à ilustração, dando a esta a verdadeira importância e não só meramente decorativa.
A Hipopómatos lembrou-me mais uma vez os "nossos livros"


Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...