12.06.2012

desembaraçar a mão


Em Março deste ano tivemos a possibilidade de passar 3 semanas entre Santos e São Paulo. confesso que ao aproximar-se o dia da viagem sentia-me inquieta. sou eu. não sei ser de outra maneira. sofro com a mudança. voltei a gostar e uma vez por outra com uma dada saudade. da gente. do clima.
naquele dia estivemos juntos de Niemeyer e somos esmagados. o nosso olhar é muito. tanto que a máquina não consegue apanhar. o nosso olho é vivo, como será sempre vivo quem o fez.
quem dizia que era preciso desembaraçar a mão, perdeu aos 104 anos, quando a vida decidiu desembaraçar-se dele

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...