7.12.2011

12 Julho 1904























no dia em que se comemora o nascimento de Pablo Neruda, uma nova edição (Fevereiro 2011) de "Cartas de Amor", pelas mãos da D. Quixote.

sim, sei que é caro. sim sei que estamos em contenção. sim, mas assim, (números especiais da Colóquio), teria sido mais bonito ver a reprodução das cartas de Neruda a Matilde.

"E os dias desse festival passaram-se sempre a procurarmo-nos, a desejarmo-nos: esse sabor a pecado, a escondermo-nos, a dissimular, eram o maior acicate para o nosso amor; aqueles olhares furtivos através de uma mesa, aquela cumplicidade de cada minuto foi qualquer coisa que fez crescer o desejo de estarmos juntos, de nos tocarmos; e esse desejo vai-nos devorando, vai-nos arrastando para a convicção de que já não podemos viver separados, e eu começo pela primeira vez a angustiar-me, a sentir que aquele amor não é só folgazão e alegre, não nos traz só momentos felizes." – carta de Matilde Urrutia a Pablo Neruda

Sem comentários:

Enviar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...