6.27.2011

exposição na Fábrica do Braço de Prata






















obrigada pelo texto

Traços de Ternura

A ilustradora Rute Reimão traz à Fábrica do Braço de Prata algum do seu trabalho mais recente. Dois inéditos somam-se a algumas das ilustrações originais  feitas para «Histórias do Barco da Velha», «Alfabeto Trapalhão» e «Os Segredos dos Dragões», os três mais recentes livros infantis em que trabalhou.
Preparem-se, pois, os visitantes desta exposição – pequenos ou crescidos – para se encantarem.
Vamos navegar pelo «Barco da Velha», deixar-nos enlear por um «Alfabeto Trapalhão» e ficar pasmados perante «Os Segredos dos Dragões». E perceber o poder encantatório da ilustração assinada por Rute Reimão.
Quem já conhecia os trabalhos anteriores, reconhecerá um estilo que é marcante e muito próprio. Quem agora contacta pela primeira vez com o trabalho de Rute Reimão, vai rapidamente perceber do que estamos a falar. Uma mistura de técnica e sensibilidade que nos agarra pelo coração e que, mesmo aos mais crescidos, os faz voltar a (querer) ser crianças.
Se houvesse uma palavra – felizmente há muito mais, todas aquelas que quisermos ­- para definir o trabalho de Rute Reimão seria ternura. Ternura (assim, com maísculas). A que sentimos que ela derramou para cada um dos seus trabalhos, a que emana dos mais pequenos detalhes, de cada um dos seus traços.
Veja-se, nos trabalhos expostos nesta Sala Eduardo Prado Coelho, como até os dragões da Rute nos provocam esse delicioso sobressalto de ternura.
Eugénio de Andrade, poeta grande e da particular predilecção desta ilustradora,  apelou-nos: «Procura a maravilha». Pois no trabalho da Rute Reimão, como estas cerca de duas dezenas de ilustrações demonstram, nós descobrimos que ainda dispomos da capacidade de nos encantar e enternecer. Encontrámos a maravilha, pois.

«Procura a maravilha.
Onde um beijo sabe
a barcos e bruma.»

Eugénio de Andrade

Mais informações aqui http://issuu.com/ExposicoesFBP/docs/exposicoes_julho-agosto_2011-press.com

1 comentário:

  1. Rute:

    As maiores felicidades para a sua exposição. A de Setembro não vira a Norte?

    Beijinhos

    Maria da Conceição Vicente

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...