5.28.2010

navegar



no próximo domingo dia 30 as Histórias do Barco da Velha ganham nova viagem, desta vez no I Mercado de Artesanato Urbano em Avis e como acontece com a maioria dos meus ateliers aparece de cara lavada e com outros desafios para os mais pequenos e para mim claro. se puderem não deixem de nos visitar.

a segunda foto pertence ao atelier feito na biblioteca de Santiago do Cacém e sinto-me enamorada por ela. obrigada à Paula Cusati que é a autora da foto e a responsável por eu lá ter estado.

a short love story com música dos sigur rós, via Paulo Galindro e para quem gosta dos making of continua aqui

5.24.2010

art'avis



no próximo fim-de-semana (29 e 30 de Maio) vai decorrer em Avis o I Mercado de Artesanto Urbano, um projecto que trará sem dúvida um grande enriquecimento cultural. quero desde já agradecer a cinco pessoas que abraçaram desde a primeira hora esta iniciativa.

havia muitos nomes, havia sobretudo muitos amigos que mais do que artesãos, são artistas na arte de criar, de reinventar, que ao longo destes anos não só me têm acompanhado, mas presenteado com muitas das suas criações, mas esses nomes terão de ficar para uma próxima mostra.

sei que o sucesso deste mercado será feito pelo empenho de todos aqueles que nele participam, sejam eles de fora, ou da gente local.

fica então o convite para quem se quiser deslocar a Avis que o faça que será bem acolhido. no domingo de manhã irei dar um atelier para crianças, caso haja alguém interessado, será necessário fazer uma inscrição através do mail freguesia.avis@gmail.com

o cartaz completo aqui

5.20.2010

regresso ao campo



este post é feito de coração aberto e tendo a certeza que se esta reportagem tivesse sido feita há uns dois meses atrás em que o inverno e a chuva teimava em nos abraçar, a minhas palavras talvez fossem outras.

este post é feito para todos aqueles que me enviaram mensagens expressando também a sua vontade de vir viver para o campo. para eles, preciso de dizer que há momentos, em que nos questionamos sobre as nossas decisões, que perguntamos se foram as mais acertadas e é nessa altura que precisamos acima de tudo de acreditar.

volvidos quase 10 anos, tenho dificuldade em dizer se respiro campo e transpiro cidade ou se é da cidade que me alimento e ganho conforto no campo.
sei que não sou "rato do campo", por sinal bem mais bonito que os da cidade. sei que ainda não me sinto capaz de roubar o chouriço pendurado no fumeiro. sei que o calor voltou e com ele trouxe uma dada calmia interior.

este post é para todos os amigos de perto e de longe que gostaram de me ver. para eles, ainda mora aqui dentro o "rato da cidade", numa versão de "cartola e jaquetão", sempre à procura de coisas bonitas e diferentes, mas o calor voltou e com ele veio uma dada calmia.

ao Paulo Silva Costa, ao Rui Matos e a toda a equipa, um grande abraço e ficamos à espera de uma visita para um outro jantar que se quer sem dúvida debaixo da bungavília, porque o calor voltou.

5.10.2010

mães e filhos






nos últimos meses tenho passado por bibliotecas com espaços absolutamente encantatórios, como é também o caso da Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém. Uma biblioteca pensada, onde também há espaço para a fantasia como é o caso da sala do conto, O Castelo do Rei Livro, onde literalmente entramos num castelo.

este "conto contigo... mãe" trouxe-me um sabor muito especial, porque foi ver, não só a afectividade, o carinho, mas o medo que algumas mães sentiram quando se pediu que fossem elas a desenhar os filhos, claro que os filhos, que conhecem as mães por dentro não hesitaram. risos, boa disposição marcou esta tarde e como cereja em cima do bolo foi ter podido ter dois pais a fazer também o atelier.

Um especial obrigada à Paula Cusati, pelo convite e pela presença.

5.02.2010

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...