6.02.2010

barbearia




Uma das coisas que me encanta, são estes sítios que ainda vou encontrando por aqui. O mestre Orlando foi das primeiras pessoas que conheci em Avis, pois era, o sítio, onde todos os dias ía comprar o Público. Quem esperava era quem estava sentado na cadeira, os outros clientes rapidamente eram postos na rua, com o seu jornal debaixo do braço.

Mais tarde, passei a comprar os jornais na papelaria e as visitas rarearam. Agora e porque estou a desenhar um personagem que vai ao barbeiro, o melhor era voltar à barbearia do mestre Orlando. Saí de lá com a máquina cheia de fotos e com uma história deliciosa.

Nesta arte de fazer barbas, havia e há muitas maneiras de o fazer, mas a "barba de dedo ou passa", confesso que nunca tinha ouvido falar. Os gordinhos ou pelo menos de cara de lua cheia eram os clientes mais apetecíveis, a lâmina deslizava e ondulava nas suas faces redondas, o problema punha-se aos que com a cara chupada chegavam à barbearia e o mestre tinha de compensar a falta de carne, perguntando ao cliente se preferia dedo (entenda-se o do barbeiro e dentro da boca para fazer volume) ou passa, geralmente de ameixa.

Pensando rapidamente acho que todos escolheriam a passa, mas não fosse ela depois de cumprida a tarefa, tirada da boca do cliente e posta na prateleira.

obrigada ao Jorge que pacientemente fez de "piolho"

4 comentários:

  1. Estas estórias são Deliciosas.

    Obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar
  2. Aqui está a tão desejada visita. As fotos estão maravilhosas e agora queremos ver o fruto desta inspiração.
    Estas pessoas têm sempre algo de importante a "dar-nos", não é?
    :)

    ResponderEliminar
  3. Eu parte do modelo com passagem semanal (é o meu momento ZEN) posso afirmar que todas as semanas à uma história!

    Apesar desta vez o aprumo não foi o usual... mas estava a servir de modelo fotográfico.

    Para a semana corrige!

    ResponderEliminar
  4. 2ª feira de artesanato urbano de águeda

    Encontram-se abertas as inscrições GRATUITAS para a 2ª Feira de Artesanato urbano de Águeda, organizada pela Câmara Municipal, que terá lugar no largo 1º de Maio, todos os fins-de-semana do mês de Julho

    Este evento vai decorrer em simultâneo com o evento Agitágueda que atrai a população á zona ribeirinha propondo um cartaz cultural muito interessante, que em conjunto com os bares e restaurantes e também espaços infantis que lá são montados, prometem animar a cidade durante todo o mês de Julho.

    Contactos para inscrições e mais informações: geral@sextafeira.pt

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...