1.19.2010

de papa



O estudo de tecidos e de têxteis embora se revele muito rico em termos indicadores de técnicas, suportes, produtos e instrumentos, alguns até já caídos em desuso, resulta na maioria das vezes numa difícil compreensão.
De todas as pesquisas que fiz o melhor glossário que encontrei foi o de Manuela Pinto da Costa, museóloga e conservadora, dos quais transcrevo dois.

COBERTOR – (de papa) Peça de lã de fio grosso ou de algodão felpudo, com que se agasalha o corpo no leito. No séc. XVI significava coberta ou colcha de cama (de pele de coelho). Cobertor de peles de coelho forrado de pano. Também era designado por chimaço e cobertal.

COBERTAL, cobertor – Peça encorpada de algodão ou lã.


No entanto se formos à origem da palavra Papa, que vem do grego páppas, transformada mais tarde pelo Latim em papa, que significa "pai", ou Pater.
Cada letra da palavra Papa corresponderia a uma palavra, neste caso Petri Apostoli Potestantem Accipiens -, "o que recebe o poder do apóstolo Pedro", numa espécie de pastor dos apótolos.

Da união das primeiras sílabas destas palavras latinas, Pater - "Pai" e Pastor "Pastor", pode muito bem ter surgido a palavra papa, tendo em conta que quem começou a usar estes cobertores foram os pastores, para se protegerem de um frio e de um vento que nunca deixa de assobiar.

Gostava de voltar a este tema por três razões, uma porque faz lembrar o título de um livro de Margueritte Yourcennar -, “0 tempo
esse grande escultor" e não há dúvida do trabalho que sai das mãos destes homens. Outra razão prende-se à altura do ano em que eram fabricados e por último na tentativa de arranjar um paralelismo com outros cobertores oriundos de outros países, nomeadamente o cobertor mostardeiro.

4 comentários:

  1. Estou a adorar as definições! Aprendo todos os dias:)

    ResponderEliminar
  2. Olá Rute,

    Estou deliciada com estes teus posts, até pq tenho um cobertor destes todo vermelho debruado com uma fita de cetim tb vermelha :) já é muitoooo velhinho, mas ainda anda lá por casa :D

    Ficar a conhecer um pouco da sua história é simplesmente delicioso!

    Beijokas

    ResponderEliminar
  3. Olá Rute, não sei conheces mas há um excelente texto sobre os cobertores de papa e o seu processo de fabrico no livro Fios editado pelo IEFP no ano passado. O texto é da autoria de Elisa Calado Pinheiro.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite,

    As suas ilustrações são absolutamente maravilhosas e o empenho que se nota em cada texto é desconcertante.

    Muitos parabens pelo magnifico trabalho e desejos de muita criatividade!!

    cumprimentos,
    Pingos do céu

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...