5.22.2009

dos que ficam sempre



a vida atropela-se, corre demais, depressa demais. fez ontem um ano em que te foste embora, e no entanto continuas tão presente. são pensamentos, são idas a lisboa, é uma parada que nunca mais foi jardim, são telefones que não se apagam, são dúvidas em que és o primeiro na lembrança.

fazes-me falta.

1 comentário:

  1. Foi ele que me aproximou de ti, que me abriu a tua porta.
    Um beijo Rute

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...