9.04.2008

cheiro-te



Guardo muitas e muitas memórias de infância, mas cheiros tenho apenas presentes dois. O mais certo é nem sequer corresponderem à realidade como aconteceu quando revisitei a minha escola primária passados quase 20 anos. Era enorme e eu mal me atrevia a cruzar o pátio de uma ponta à outra. Voltei. E a escola voltou também, bem mais pequena, minúscula, em meia dúzia de passadas corri as duas grandes portas exteriores que dividiam as quatro salas. Voltei novamente. Agora para a mostrar ao Manel. De novo fui surpreendida pela escala. O tempo restituiu-lhe a dimensão, ou melhor o tempo em mim fez-me olhar para ela com outros olhos, menos afectivos que naquele primeiro dia.
Mas quanto a cheiros, guardo o de uma agenda, onde a minha mãe rabiscava, aquelas, que ela considerava ser as melhores receitas, e apesar dessa agenda ainda hoje existir prefiro guardar o cheiro da infância.
Já há muito tempo que gostava de ter escrito sobre estes livros, porque são o meu segundo cheiro, mas para mim além do lado afectivo, porque os li e reli tantas vezes, que me imaginei dentro das estórias, não passavam de livros da minha infância, por acaso editados pela Majora.
Mas não me bastava, precisava de mais, hoje sei que foram editados originalmente pela Nutricia Children Books na década de 60 e maravilhosamente ilustrados por Yvonne Perrin, publicados em várias línguas, inclusive em português no final da década de 70, numa série de 20.
E sabe-me bem sentir-lhes o cheiro

5 comentários:

  1. Quando vi os teus lindos livrinhos (no flickr) a primeira coisa que senti foi o cheiro ;)) Que engraçado. Como adorava o cheiriho destes livros e como adorava as estorias que me faziam sonhar.

    ResponderEliminar
  2. Já não me lembrava deles! Que surpresa! E o material de que eram feitos? Estou a confundir ou eram de uma espécie de papel que não rasga?...

    ResponderEliminar
  3. Sim, não rasga! Também pensava que já os tinha esquecido! O que eu adorava aquelas folhas às ondinhas...! Que bom que é não esquecer :)

    ResponderEliminar
  4. Também os tenho e gosto muito de os "adorar" de vez em quando. :))

    ResponderEliminar
  5. É engraçado. Gostava um dia de levar a Matilde ver a minha escola primária "Ecole Sainte Mathilde". Sei que nesse dia vou viver sensações similares.

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...