7.02.2008

pique-nique



Estávamos no início dos anos 90 quando tive a oportunidade de conhecer pessoalmente Victor Palla e Bento de Almeida, duas figuras de peso na cultura portuguesa que marcaram a segunda metade do século XX.
Ambos arquitectos, mas de uma intensa e plurifacetada actividade. Integram o movimento Modernista (1922-1938), que ía dando os seus primeiros passos em Portugal.
Partilham um atelier durante 25 anos e o seu trabalho conjunto é projectado à escala de uma nova Cidade.
Pioneiros na concepção e realização de snack-bares, como o «Galeto», na Avenida da República, o «Galão» em Alcântara e o «Pique-Nique», no Rossio, o «Términus», «Noite e Dia».
Estes espaços tornaram-se, nessa época, autênticos ícones para a população lisboeta, forjada nos novos valores modernos e funcionalistas da arquitectura do Estilo Internacional (1948-1961). Espaços estes que associavam a agradabilidade do meio envolvente a refeições rápidas, a baixos preços.

Na foto: azulejo original do «Pique-Nique» oferecido e assinado por Bento de Almeida e na falta de site do Museu Nacional do Azulejo, podemos ir espreitando a sua actividade aqui

2 comentários:

  1. Oh, há quanto tempo não ouvia falar desses snack-bares! O Galeto sei que ainda existe, mas o Noite e Dia e o Pique-nique já não existem, pois não?
    (os outros não conheci)
    Foram mesmo pioneiros!

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito deste estilo modernista. O azulejo encaixa-se perfeitamente ;)

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...